capa_o_sol_a_janela_da_almaSobre a Obra:

O SOL E A JANELA DA ALMA, NA POESIA DE CARMITA PAULO – A poesia pode dar asas ao pensamento, pode convidar a um passeio pelos sentimentos mais profundos. Isso nunca foi algo desconhecido para Carmita Paulo. Sua poesia nos toca pela simplicidade de sua estrutura e pela riqueza de suas emoções. O universo poético de Carmita Paulo não poderia mais fi car restrito aos familiares e aos amigos mais próximos; era preciso que sua arte ganhasse novos horizontes, que uma nova janela fosse aberta para que tamanha emoção saísse e contagiasse o mundo com seu calor. Este livro permite tudo isto. Através dele fi xamos na História Literária a produção de uma senhora com mais de setenta anos que escreve com a alma, sem preocupação mercadológica. Portanto, este livro é um registro de uma história poética que se faz através das palavras de Carmita Paulo. Por isso temos orgulho de convidar nosso leitor a observar – e sentir – O sol da poesia de Carmita Paulo, através de sua Janela da Alma.

“Porque se eu me aborreço, eu vou no lápis (…). Se eu estou alegre, eu quero mostrar isso também, através de uma alguma coisa (…). Acho que é por aí. Porque de uns tempos pra cá, eu senti necessidade de escrever. E cada coisa que eu escrevo, eu sinto uma emoção diferente.” Carmita Paulo.

O Sol e a Janela da Alma, na Poesia de Carmita Paulo