capa_o_barqueiroSobre a Obra:

O BARQUEIRO – Um livro que vem da Ilha Grande; a primeira ficção romanesca que vem de lá; um romance novo de coisas que nunca ninguém leu, de estilo inédito originalíssimo de um filho de pescador nascido e criado em ilha. É também a estreia deste filho da Ilha, como escritor. “O Barqueiro” é um romance que veio de um habitat diferente, você deve ler.É do tipo misto em que entram narração, descrição, dissertação e divagação. Creio ser o primeiro romance da Ilha Grande… Trata-se de uma história que transcorre nessa aldeia de pescadores nomeada, Praia Grande de Araçatiba, da Ilha Grande. Partindo desta realidade foi que me embrenhei para o conteúdo da obra. Nada tem a ver com questões autobiográficas; trata-se de uma realidade, no universo da ficção, abrangendo todas as questões, ou quase todas da nossa existência, passando pela vida. “Uma história rudje e peculiá daquela vida dji pescá sardjinha e tainha; daquela vida dji barco; daquela vida dji roça”; daquela vida dji ilha… – assim falaria com seu linguajar um nativo ilhéu. E também é entrelaçada com a descrição daquela natureza sem par, maltratada pela sordidez do homem.

Sobre o Autor:

João Pedro Barra, terceiro filho de uma porção de nove, nasceu em Praia Grande de Araçatiba, Ilha grande, município de Angra dos Reis- RJ, em 29 de junho de 1952. Filho de João  Walfrido de Oliveira  e Aurelina Barra de Oliveira- Naturais dali mesmo. Dos 13 Aos 22 anos  estudava e trabalhava com o pai na pesca de camarão. Terminou os estudos e daí então, partiu para o emprego no Estaleiro Naval Verolme. Durante esse período que foi atribulado pela ditadura militar, foi preso por protestar nas ruas contra o regime e que felizmente foi solto. Em 1980 formou- se em Técnico de Edificações do Rio de janeiro. Em 1981 casou- se com Rossana Rosário dos Santos, dessa união vieram 3 filhos Pedro Henrique que formou- se em Engenharia, Aline que é Psicóloga e Nívea Arquiteta.

O Barqueiro