Capa - JOGANDO QUÍMICA cópiaSobre a Obra:

O baralho francês de 52 cartas e 4 naipes (copas, espadas, ouro e paus), com 13 cartas cada naipe, pode ter sido inventado pelo pintor francês Jacquemin Gringonneur, sob encomenda do Rei da França Carlos VI.
Supostamente, os naipes foram criados para representar a divisão de classes da sociedade francesa à época, assim associados:
= Clero = Nobreza = Burguesia = Camponeses
O desafio proposto por esse livro é o de apresentar um novo tipo de baralho, composto também por 52 cartas de cada, mas com símbolos e números com significados químicos de fácil compreensão.
As cartas com verso azul são CÁTIONS, ions com carga positiva (+), e as cartas com verso em vermelho são ÂNIONS, ions com carga negativa (-).Os jogos (fórmulas) são formados pela junção de CÁTIONS (+) e ÂNIONS (-).

Sobre o Autor:

O professor Ricardo Beccari é bacharel em Química, graduado pela Universidade Estadual de Londrina – PR.
Radicado no Ceará a 20 anos, trabalha como professor e Coordenador de Química no Colégio Nossa Senhora das Graças, em Fortaleza. Essa obra é produto de 27 anos de experência no magistério, em busca de uma forma de estimular a apredizagem da química.

Jogando Química