capa_entre_arvores_e_redesSobre a Obra:

ENTRE ÁRVORES E REDES, O CAMELÔ EM MANAUS – Em geral, os estudos voltados à compreensão do trabalho e dos trabalhadores em Manaus têm nas fabricas do Pólo industrial ou no comércio de Manaus o seu foco de análise, o que significa falar de um mundo do trabalho cujo mercado estrutura- se sob condições de formalização de relações e de contratos de trabalho. No entanto em Manaus, o mercado informal desempenhou no passado pós- Zona franca e continua a desempenhar nos dias atuais um papel importante na vida de centenas de trabalhadores que nele depositam suas esperanças de sobrevivência. É nesse mercado de trabalho que se situa o estudo de Márcio André. Sua pesquisa adquire um caráter de pioneirismo dada a escassez de dados, na região norte do Brasil, sobre uma categoria específica de trabalhadores: os camelôs.

Sobre o Autor:

Marcio André Araujo é amazonense, foi professor do ensino fundamental e ensino médio até o período de 2002. Atualmente, exerce  a docência do ensino superior tanto em instituições publicas quanto particulares. Pesquisador cadastrado na Fapeam. Participante de grupos de pesquisas credenciados pelo CNPQ- 1) Trabalho e sociedade na Amazônia; 2) Amazônia e Pensamento Contemporâneo. A partir dessa investigação social apresentou o resultado da pesquisa em grupos de trabalho em eventos científicos regionais, nacionais e internacionais como Anpocs, SBS- Norte, Ceru- Portugal, ALAS, entre outros congressos e seminários. Graduado em Filosofia e Mestre em Sociologia, tem interesse como pesquisador por temas da sociologia e pragmatismo e filosofia e ceticismo.

Entre Árvores e Redes