Capa-Cogito2

Sobre a Obra:

Cogito (Penso) – A filosofia, entendemos, está compromissada com sua própria formalidade ou, se preferirem, com sua própria informalidade e não tem nenhum compromisso com formalidade nenhuma mais. Sua devoção é a verdade e ela não se compromete com o pré-estabelecido, com os dogmas, com o já sabido, com o que todos pensam ser e muito menos com o que parece ser. Para quem busca a verdade o que parece ser nem existe. Consideramos que a literatura maçônica brasileira até hoje não tem se preocupado muito com o espírito do maçom e com a especulação mais comprometida com a verdade. É isso que nos estimulou a escrever esta modesta contribuição que chamamos “COGITO”, ou seja, penso. É importante que nós, maçons, façamos da nossa especulação uma força cada vez mais estimulante como se buscássemos nessa indagação a qualidade e a profundidade de uma tomografia computadorizada, A beleza de “Pietá” de Miguelangelo aumenta quando a observamos nos detalhes.

Pedro Accetta Erguy

Cogito (Penso)