Capa - Cartilha do Taxista - para IMPRESSÃO cópiaSobre o livro:

“Esta cartilha é um manual que tem o objetivo de auxiliar o taxista nas dificuldades de comunicação que se apresentarem no dia-a-dia. Os turistas naturalmente chegarão, e, com eles, a necessidade de se comunicar principalmente em inglês e em espanhol. A boa comunicação evitará que turistas optem por usar carros não oficiais apenas porque seus condutores sabem se comunicar em outro idioma.
A cartilha do taxista traz muitas dicas para o seu dia-a-dia. Fala um pouco da característica do americano, do inglês e do espanhol. Você conhecerá os nomes de moedas de outros países. Enfim, será uma corrida, uma viagem que deixará não só o taxímetro bem rodado, mas também a cabeça do taxista repleta de informações, confiança e eficiência.
Esperamos que todos os que leiam esta cartilha absorvam todas as dicas e as ponham em prática.
Tenham uma fantástica corrida em seus respectivos taxímetros!”

Sobre o autor:

“Alexandre Santiago. Entrou na jornada da Cartilha do Taxista, por ter presenciado dificuldades de seu irmão e de seu tio, taxistas, em se comunicar em inglês… Todas as vezes que ele vinha de férias ao Brasil, com amigos ingleses, seu irmão e seu tio ficavam sempre enrolados para se comunicar.
E ele pensou: Eureca! Tive uma ideia!
E mergulhou, totalmente, fora de sua zona de conforto… a escrever essa cartilha.
Por que fora de sua área de conforto? Porque ele sempre trabalhou com animação, teatro e dança, ou seja, esse projeto foi, absolutamente, um trabalho desafiador para o autor.
Aqui vai um pouco de seu histórico: Criou alguns espetáculos infantis. Escreveu, em 2009, uma peça teatral, uma comédia adulta (não foi montada ainda).
Espetáculos infantis: – “Fefe, a menina levada” – “Tem uma Bruxa no Circo” – “O Sequestro de Papai Noel” – “O Príncipe e o Mendigo”.
Comédia adulta: – “Histórias Roubadas”
Antes de morar fora do Brasil, ele: – apresentou o espetáculo “O Príncipe e o Mendigo” no Projeto chamado “Teatro e Vida”, pela Prefeitura do Rio de Janeiro. – trabalhou na “Oficina da Criança”, no Instituto Ayrton Senna, com a comunidade da Mangueira e Morro dos Macacos, como animador cultural.
– Funlar – (Fundação Municipal Lar Escola Francisco de Paula) . Trabalhou como animador cultural e com teatro, junto a portadores de deficiência nas comunidades do Rio de Janeiro. – SOLAZER O CLUBE DOS EXCEPCIONAIS – Trabalhou como animador cultural e dinamizador de oficinas. – Em 2000, Santiago participou, com o “SOLAZER”, do V CONGRESSO NACIONAL DE ARTE-EDUCACAO NA ESCOLA PARA TODOS. – VI FESTIVAL NACIONAL DE ARTE SEM BARREIRAS. No Centro de Convenções de Brasília. – Convidado pelo SOLAZER para fazer a oficina de Teatro Popular – dinâmicas.Últimos trabalhos como ator no Brasil: – Os Três Mosqueteiros, A noite das Mal Dormidas e Rir melhor, quem rir barato…
— Em Londres (Inglaterra) , onde mora há 13 anos, ele trabalha como assistente de prof. de Arte e Teatro com crianças e adolescentes que apresentam problemas de comportamento.
Referência de pesquisa: SITE Wikipédia, a Biblioteca livre.”

Cartilha do Taxista